"/> SEDE DE TÍTULOS

SEDE DE TÍTULOS

Divisão de Base pode aumentar a coleção de troféus nos jogos finais desta quarta-feira (6) pelo Campeonato Baiano Sub-15 e Sub-17

06.12.2017

A base do Vitória pode encerrar a temporada de 2017, nesta quarta-feira (6), com mais dois títulos e turbinar a galeria de troféus com as taças do sub-15 e sub-17. Com a vantagem do empate nas duas categorias, o rubro-negro disputará o BA-VI de volta, às 16h30 (infantil) e às 19h (juvenil) com transmissão ao vivo pela TVE, no Estádio Governador Roberto Santos, no Parque Metropolitano de Pituaçu.

Nos jogos de ida, realizados no Barradão, os meninos rubro-negros fizeram o chamado dever de casa. O infantil ganhou de 2 a 1, enquanto o juvenil, por 1 x 0. Foram jogos dramáticos, o que, certamente, se repetirá nesta quarta, na previsão dos treinadores Adolfo Teles e Rodrigo Chagas, respectivamente.

Este ano, na categoria sub-20, o Vitória foi campeão baiano ao vencer o Atlântico nos pênaltis, e da Copa do Nordeste, também em disputa com o Bahia, na semana passada, em Aracaju (SE).

Juvenil

Nesta temporada, o time comandado por Rodrigo Chagas, foi campeão invicto da Supercopa Natal (RN) no final de maio, saiu nas quartas de final da Taça BH sem perder um jogo, ao ser eliminado nos pênaltis, foi segundo colocado na Salvador CUP ao decidir o título e cair nos pênaltis diante do São Paulo, também invicto, e saiu nas quartas de final da Copa do Brasil, jogando contra o Corinthians, que foi finalista da competição.

“O que mais vale, neste momento, é o equilíbrio e emocional. Taticamente, o time está treinado, bem preparado fisicamente pelo xará (Rodrigo Santana) e motivado para realizar uma boa apresentação”, comenta Chagas.

Com todos os jogadores à disposição, ele anunciará a escalação no vestiário do estádio. O goleiro Yuri, da seleção do Brasil, terceira colocada no Mundial Sub-17 da Índia, é um dos destaques da equipe.

Infantil

Desfalcado do lateral-direito Juninho, expulso no jogo de ida ao evitar um gol com a mão, o Vitória aposta, mais uma vez, no talento individual do meia Diego, vice-campeão sul-americano sub-15 pelo Brasil, para conquistar a taça. Diego marcou o gol do triunfo no jogo passado.

Eduardo, lateral-esquerdo, é outro que esteve na campanha brasileira na Argentina, atuando como titular.

“Nossa força é o conjunto e, estando em noite inspirada, os meninos podem realizar um bom jogo e ganhar o título, que é o nosso objetivo”, disse Adolfo, que ainda não escolheu o substituto de Juninho.