"/> RESSUSCITA, JESUS!

RESSUSCITA, JESUS!

Após quase dois anos sem marcar, Jean Paul Jesús Pineda Cortés balança a rede e o Leão vence a Jacuipense, por 1x0, garantindo classificação antecipada

19.03.2017

Alguns podem até dizer que o triunfo do Vitória, diante da Jacuipense, por 1×0, não teve grandes emoções. Não foi bem assim. Além de se manter com 100% de aproveitamento no Campeonato Baiano e no Barradão em 2017, o Leão venceu com gol de Pineda, que acabou com um jejum que durava quase dois anos. O último gol do atacante foi em 2015, pelo Córdoba, da Espanha. Graças ao tento do chileno, o Vitória garantiu a classificação antecipada para a segunda fase do estadual, ainda restando três jogos para o fim da primeira fase. O Leão também quebra um recorde. Pela primeira vez no Baianão, o rubro-negro acumulou sete triunfos consecutivos na história da competição. Teve ou não teve emoção?

No último dia de verão, o Vitória entrou em campo modificado. Querendo dar ritmo para outros atletas do elenco, o técnico Argel Fucks colocou em campo um time bem diferente daquele que venceu o Vasco, por 1×0, pela Copa do Brasil. Com o calor intenso, o rubro-negro apertou o pedal do freio na etapa inicial. A melhor chance foi justamente de Pineda, aos 46 minutos do primeiro tempo. O gringo fez de cabeça, após assistência de Norberto.

No segundo tempo, sem o sol castigar, o Leão criou mais. Porém, Caíque acabou sendo o nome da etapa final, com três belas defesas que garantiram a liderança isolada do Leão no Baianão, com 21 pontos, quatro a mais que o segundo colocado. O próximo compromisso do rubro-negro baiano é decisivo. O representante baiano tenta terminar a primeira fase da Copa do Nordeste no duelo diante do Sergipe, em Aracaju, próxima quarta-feira (22), às 21h45.

Vitória 1×0 Jacuipense
Campeonato Baiano – 8ª rodada
Local: Barradão, em Salvador
Árbitro: Reinaldo Silva de Santana, auxiliado por Adailton José de Jesus e José Carlos Oliveira
Cartões amarelos: Uillian Correia e Euller (Vitória)
Gol: Pineda (Vitória)
Vitória: Caique; Norberto (Leandro Salino), Vinicius, Alan Costa e Euller; Uillian Correia, Bruno Ramires e Cárdenas (Jhemerson); Paulinho, André Lima e Pineda (David). Técnico: Argel Fucks.
Jacuipense: Nunes; Paulinho Souza; Betão, Lídio e Ral; Felipe Araripina, Jhonata (Marcelo), Thaigo Lima (Thiaguinho), Miller e Levi (Índio); Jeorge. Técnico: Clebson Beleza.