"/> PARABÉNS, BARRADÃO!

PARABÉNS, BARRADÃO!

Orgulho da Nação Rubro-Negra, Manoel Barradas completa 32 anos

11.11.2018

Muito mais que uma praça esportiva. O Manoel Barradas é um templo para a nação rubro-negra. Local de um ritual sagrado, desde o churrasco no estacionamento até o grito de incentivo nas arquibancadas de cimento, no melhor estilo estádio raiz. Um divisor de águas na hegemonia do futebol baiano, um caldeirão de momentos memoráveis. Barradão, Barraquistão, nossa casa. Neste domingo (11), em pleno clássico Ba-Vi, o único estádio particular do estado completa 32 anos de fundação.

Poderia até ser um estádio em que apenas os rubro-negros se orgulham, mas não é. O complexo Barradão é muito mais que 90 minutos de jogo. É um bem precioso por sua transformação social. Construído em cima de um aterro, o Manoel Barradas transformou a vida da sociedade local, urbanizando toda região e dando dignidade a milhares de famílias da capital baiana.

É também o local do Vitória Cidadania, onde 400 crianças e adolescentes em estado de vulnerabilidade social são atendidas diariamente, promovendo atividades esportivas. São oferecidas aulas de Futevôlei, Basquete, Vôlei de Quadra e Futsal, gratuitamente.

A história é bonita, mas não foi fácil a construção do maior bem da torcida rubro-negra. Em formato de caldeirão, foi necessário tirar 100 mil metros cúbicos de terra para tornar a construção viável, formando a estrutura que hoje são as arquibancadas, ainda no ano de 1983. No dia 11 de novembro, mas de 1984, o Leão faz a sua primeira lavagem do Manoel Barradas, comemoração pela construção do primeiro lance de arquibancada do estádio.

No dia 11 de novembro de 1986, numa tarde de terça-feira, às 16h, o Barradão finalmente era inaugurado. O adversário foi o Santos e o duelo terminou empatado em 1 a 1. Na sua casa, o Vitória conquistou 16 títulos estaduais, três campeonatos do Nordeste e o título da Copa do Brasil Sub-20 em 2012. O Manoel Barradas também foi palco de jogos memoráveis, como a goleada por 6 a 2 diante do rival.

Dentro das normas da Fifa, o estádio também serviu de sede para a Copa das Confederações de 2013, além da Copa do Mundo do ano seguinte, aqui no Brasil. Seleções como Itália e Holanda já treinaram aqui.