"/> BASE EM AÇÃO

BASE EM AÇÃO

Juvenil venceu clássico e abre boa vantagem para o jogo de volta; sub-20 empatou pela Copa do Nordeste

24.11.2018

As equipes de base do Vitória estiveram em ação neste sábado (24) e o sub-17 (juvenil) abriu uma boa vantagem para conquistar o título do Campeonato Baiano de 2018, ao vencer o clássico BA-VI por 2 a 0, no Estádio Barradão.

Com o resultado, o time comandado pelo técnico Rodrigo Chagas pode perder por um gol de diferença o jogo de volta, no próximo sábado, 1º de dezembro, às 10h30, no Estádio Roberto Santos.

Os gols da vitória rubro-negra foram marcados pelo zagueiro Matheus, no primeiro tempo, e o atacante Hítalo na etapa final.

O Rubro-Negro ganhou o clássico atuando com: Cabral; João Victor (Marcos), Diguinho, Matheus e Alexandre (Juninho); Tássio, Douglas (John) e Erivaldo (Jeferson); Hítalo, Ruan Costa (Dante) e Ruan Nascimento (Lucas Barreto). Técnico: Rodrigo Chagas.

COPA DO NORDESTE

Atuando no Estádio Proletário Sabino Ribeiro, em Aracaju (SE), o sub-20 empatou em 1 a 1 com o Confiança. O time que foi comandado pelo técnico Marcos Carvalho, saiu perdendo e empatou na etapa final com um gol de David.

O Vitória alcançou 7 pontos em 15 disputados no grupo C. Para avançar às semifinais teria que vencer o CRB, sábado, às 15h, no Barradão, e o Bahia (8 pontos) empatar os dois jogos que disputará: neste domingo, contra o CRB, em Maceió, e na última rodada diante do Confiança, em Salvador.

O time atuou com: Kaick; Welisson, João Pedro, Matheus Souza e Gabriel Gomes; Bruno Henrique (Matheus Tenório), Otávio e Gabriel Oliveira (Luan Gabriel); David (Edi Carlos), Edson (Matheus João) e João Felipe (Rafael). Técnico: Marcos Carvalho.

INFANTIL

O sub-15, jogando pela manhã no Estádio Roberto Santos, foi derrotado por 1 a 0 e terá que vencer por dois gols de diferença o clássico de volta, sexta-feira, 30, às 15h, no Barradão. Caso consiga repetir o placar levará a decisão para a cobrança de tiro livre da marca do pênalti.

A equipe do técnico Adolfo Teles fez um jogo equilibrado, sofreu um gol no segundo tempo e desperdiçou a chance do empate na cobrança de um pênalti.

Fotos: Maurícia da Matta/EC Vitória